GNT pede confiança aos familiares dos pacientes que precisam de transplante

A Organização Nacional de Transplantes (ONT) esclareceu que a busca de um doador de medula óssea é realizada tanto em Portugal como no resto do mundo, que pede tranquilidade e confiança nos serviços de saúde a familiares de um paciente que precisa de ser transplantado

Logo ONT

Sexta-feira 07.09.2018

Quinta-feira 06.09.2018

Quarta-feira 05.09.2018

Em um comunicado, a GNT faz esta precisão em relação com diferentes campanhas de promoção da doação de medula óssea através de redes sociais e outros meios de comunicação.

Explica que entende a angústia dos pacientes que foram diagnosticados com uma doença hematológica e de seus familiares e que precisam de um transplante de progenitores hematopoiético (popularmente conhecidos como transplantes de medula óssea), especialmente quando o paciente é uma criança ou um recém-nascido.

Quando um doente precisa de um transplante de medula, o REDMO (Registo Português de Dadores de Medula Óssea) inicia, a pedido do médico da equipe, a busca de um doador ou um cordão umbilical compatível com o doente, indica.

O Registro Mundial conta com mais de 22 milhões de doadores potenciais, entre doadores adultos e unidades de sangue de cordão umbilical e ele também tem a informação de que os doadores espanhóis.

Por isso, destaca-se que, como esses milhões de doadores já estão tipados e disponíveis “o lógico é recorrer a eles”.

Em 81,7% dos casos, o REDMO encontra o doador adequado, quer em Portugal, quer no Registo Mundial.

“Esta é uma das razões que fazem com que os familiares de um paciente que precisa de ser transplantado possam ficar tranquilos, confiando no sistema e não ter que tomar nenhuma medida extraordinária”, diz.

A ONT, em colaboração com as Comunidades Autónomas está desenvolvendo desde o ano passado o Plano Nacional de Medula Óssea, cujo objetivo é atingir os 200.000 doadores em um período de quatro anos e destaca que este tipo de campanhas, não apresentam nenhuma vantagem adicional para o paciente, cuja família tem se mobilizado.

“O trabalho do REDMO se realiza com a mesma diligência e profissionalismo, independentemente dos apelos que fazem as famílias dos doentes”, conclui.

Campanha para o pequeno Mateus

Dezenas de milhares de pessoas, entre elas personalidades do mundo do esporte e da música em Portugal, como Pau Gasol, Rafa Nadal ou o cantor Dani Martín uniram suas vozes em uma campanha para doação de medula e salvar a vida de um bebê doente.

Com apenas dois meses, o pequeno Mateus sofre de leucemia e precisa de um transplante urgente de medula de um doador que seja compatível.

“Você quer me ajudar?”, é a pergunta posta na boca do próprio Mateus na página www.medulaparamateo.com e a ela responderam famosos atletas, atores, artistas, bombeiros, jornalistas, que foram despejo com a iniciativa #MedulaParaMateo.

Também os jogadores de basquete espanhol José Manuel Calderón, Jorge Garbajosa e Ricky Rubio, o tenista Feliciano López, a modelo Alba Carrillo, a atriz Ana Milão, o cantor Dani Martín, os jogadores de futebol Fernando Torres, Cesc Fàbregas e Juan Mata têm dado o seu apoio.

Os pais do bebê, Eduardo Schell e Elena Rivero, começaram essa campanha de forma paralela ao “protocolo comum” que a Organização Nacional de Transplantes (ONT) desenvolve nestes casos, segundo informaram à Efe fontes deste organismo.

(Não Ratings Yet)
Loading…

 

Fonte:. Site val popular

Leave a Reply